Tratamento de pacientes com Esclerose Lateral Amiotrófica com transplante de célul...

TRATAMENTO DE PACIENTES COM ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA COM TRANSPLANTE DE CÉLULAS-TRONCO HEMATOPOIÉTICAS AUTÓLOGAS DERIVADAS DA MEDULA ÓSSEA: 1 ANO DE SEGUIMENTO

  • A Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) é uma doença neurodegenerativa fatal caracterizada por perda progressiva dos neurónios motores espinhas e corticais. Apesar da melhor compreensão dos mecanismos fisiopatológicos da Esclerose Lateral Amiotrófica , na prática clínica, o tratamento da ELA permanece essencialmente focado no alívio dos sintomas, no entanto, ao longo dos últimos anos, pesquisas com células-tronco tem se avançado muito, como uma ferramenta para o desenvolvimento de potencial terapia para o tratamento de doenças neurodegenerativas fatais como é o caso Esclerose LAteral Amiotrófica. Nesta pesquisa é avaliado o follow-up de 1 ano após o implante de células-tronco autólogo da medula óssea. Nove pacientes evoluiram com melhora em comparação com o periodo prévio confirmado por eletroneuromiografia (ENMG). Um paciente ficou estável, sem qualquer queda ou melhora em seu estado. Três pacientes morreram 1,5, 2 e 9 meses, respectivamente, depois da terapia de células-tronco, como resultado de infecção pulmonar e infarto do miocárdio (MI). Os resultados deste estudo demonstram que a terapia com células-tronco autólogas da medula óssea é um tratamento seguro e promissor.

PDF DOWNLOAD
Links Relacionados

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba gratuitamente nossos informativos em seu email.

Nome:


E-mail:

FACEBOOK


BLOG

Weblite - Soluções para Internet