EFEITO A LONGO PRAZO DO TRANSPLANTE DE MEDU...

EFEITO A LONGO PRAZO DO TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA EM PACIENTES COM ESCLEROSE MÚLTIPLA

  • Este estudo publicado na revista americana neurology de 2011 avaliou resultados a longo prazo do efeito do transplante de células-tronco hematopoiéticas (TCTH) no tratamento de Esclerose Múltipla (EM). Foi realizado avaliação clínica neurológica e ressonância magnética em 35 pacientes com Esclerose Múltipla do tipo agressiva tratados com o transplante e acompanhamento no intervalo médio de 11 anos. Os resultados foram aumento da sobrevida livre de progressão da deonça de 15 anos em 44%  pacientes com forma ativa da doença e 10% para aqueles sem doença ativa  As lesões cerebrais da doença foram significativamente reduzidas após o transplante. A conclusão foi que transplante teve melhor resultado em pacientes com a forma agressiva de Esclerose Múltipla ainda na fase inflamatória da doença, e para casos de doença de evolução maligna a terapia com células tronco da medula óssea pode salva-vidas. O efeito do transplante de células tronco hematopoiéticas tem um efeito impressionante e sustentada em suprimir a atividade da doença na ressonância magnética. A resposta a terapia foi significativamente melhor em pacientes com lesões ativas de ressonância e também resultou uma redução significativa no número e volume de lesões cerebrais e medulares na ressonância magnética

PDF DOWNLOAD
Links Relacionados

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba gratuitamente nossos informativos em seu email.

Nome:


E-mail:

FACEBOOK


BLOG

Weblite - Soluções para Internet